REGULAMENTO OFICIAL

Leia com atenção todo o conteúdo do presente Regulamento.
I. OBJETIVOS DO REGULAMENTO

1.1. Este Regulamento Oficial tem por finalidade estabelecer as normas gerais relativas às condições para participação, inscrições, entrega dos cases, critérios de julgamento, categorias e premiação que regerão a referida premiação;

1.2. A participação nesta premiação está destinada às empresas privadas, públicas, de economia mista e entidades sem fins lucrativos, com trabalhos voltados aos setores de contact center, crédito, cobrança e educação financeira;

1.3. As empresas devem estar estabelecidas dentro do território nacional, de acordo com a Legislação Brasileira vigente, operando efetiva e comprovadamente num período mínimo de pelo menos 1 (um) ano, até a data oficial estipulada para o início das inscrições dos cases, ou seja, 9 de março de 2017.

 II. COORDENAÇÃO DO EVENTO

2.1. A Governança do PRÊMIO BEST PERFORMANCE 2017, responsável por monitorar, fiscalizar e garantir a observância do presente Regulamento Oficial, será composta por:
a) Gerência do Prêmio – Diretoria da CMS, Blog Televendas & Cobrança e Diretoria Geral
b) Assessoria Jurídica
c) Auditoria Independente

III. REALIZAÇÃO E OBJETIVOS DA PREMIAÇÃO

3.1. A promoção, organização e realização do PRÊMIO BEST PERFORMANCE 2017 é uma iniciativa exclusiva da CMS – Credit Management Solutions e Blog Televendas & Cobrança;

3.1.1. Todas as decisões referentes ao Regulamento Oficial são de responsabilidade da Gerência do Prêmio, bem como das outras instâncias de governança e compliance;

3.2. Esta premiação tem por finalidade disseminar os seguintes objetivos:

a) Estimular a divulgação e a valorização de cases brasileiros de sucesso nos setores de contact center, crédito, cobrança e educação financeira;
b) Promover o reconhecimento e a valorização dos profissionais e empresas dos setores de contact center, crédito, cobrança e educação financeira;
c) Motivar, valorizar e disseminar as melhores práticas do mercado em todo o ciclo de crédito, operações e estratégias de contact centers e de educação financeira, bem como procedimentos e medidas preventivas, corretivas e inovadoras para o mercado;
d) Promover, em ocasião específica, a divulgação dos cases vencedores.

IV. CONDIÇÕES GERAIS DE PARTICIPAÇÃO E INSCRIÇÃO

4.1. Poderão se inscrever no PRÊMIO BEST PERFORMANCE 2017 quaisquer empresas, quites com o pagamento da taxa de inscrição;

4.1.1. A não observância ao disposto no item 4.1 acarretará na desclassificação automática do(s) case(s), conforme previsto no Capítulo XI, deste Regulamento Oficial;

4.1.2. A inscrição deverá ser feita em nome da empresa, por meio do representante legal por ela indicado e devidamente identificado na Ficha de Inscrição, no período compreendido entre os dias 9 de março e 8 de julho de 2017 até às 24h00m – horário de Brasília;

4.2. O(s) case(s) inscrito(s) será(ão) de exclusiva responsabilidade do(s) representante(s) legal(is) da empresa(s), que deverá(ão) mencionar a participação de outras pessoas/funcionários envolvidas diretamente em sua execução, tanto no conteúdo do case como nos campos específicos da Ficha de Inscrição;

4.3. Os cases inscritos deverão apontar renovação, criatividade e inovação; ter seus resultados apurados até a data inicial das inscrições, devendo esses dados serem reais e seus resultados devidamente comprovados, por se tratar de case já implantado. Os dados deverão ser condizentes com a realidade e ser apresentados em valores absolutos ou relativos;

4.4. As inscrições serão realizadas somente via internet e, para sua efetivação, as empresas participantes deverão observar o disposto no item 4.6 abaixo e preencher a Ficha de Inscrição em sua totalidade, cujo modelo encontra-se disponível no portal eletrônico oficial do Prêmio – www.premiobestperformance.com.br;

4.5. A empresa poderá inscrever quantos cases desejar, porém cada case será considerado uma nova inscrição, desde que inserido nos objetivos dessa premiação e compatíveis com as várias categorias propostas, descritas no parágrafo VII deste Regulamento Oficial;

4.6. No ato de sua inscrição, a empresa participante deverá:

a) manifestar a sua concordância com os termos desse Regulamento Oficial;
b) preencher os campos obrigatórios da Ficha de Inscrição com os dados cadastrais requeridos, cujo modelo encontra-se disponível no portal eletrônico oficial do Prêmio.
c) preencher a Ficha Descritiva com uma sinopse do case concorrente.

4.7. Concluído o procedimento de inscrição do(s) case(s), será enviada uma mensagem eletrônica de Confirmação de Cadastramento de cada case inscrito para o endereço de e-mail indicado na Ficha de Inscrição.

V. VALOR DA INSCRIÇÃO POR CASE

5.1. o valor da inscrição por case segue o seguinte critério:
de 9 de março a 5 de maio de 2017
– R$ 1.200,00 (hum mil e duzentos reais), especial para Vencedores 2016
–  R$ 1.500,00 (hum mil e quinhentos reais)

  • de 6 de maio a 8 de julho de 2017
    – R$ 1.480,00 (hum mil, quatrocentos e oitenta reais), especial para Vencedores 2016
    – R$ 1.850.00 (hum mil, oitocentos e cincoenta reais)
  • Desconto promocional: 20% por inscrição adicional não cumulativa, a partir do segundo case da mesma empresa.
    Parcelamento em 3 vezes iguais: a partir de três cases da mesma empresa, sendo que a última parcela deverá ser paga até a data da divulgação dos Vencedores, marcada para o dia 21 de setembro.
  • Dados para pagamento: Banco Itaú (nº 341) Agência nº 0057 Conta nº 60775-6 Favorecido: CMS PEOPLE DO BRASIL CONSULTORIA LTDA – CNPJ nº 10.698.853/0001-00
  • Enviar comprovante de pagamento (via do boleto ou depósito bancário) para o e-mail info@premiobestperformance.com.br. Os cases só serão liberados para julgamento após a confirmação do referido pagamento.
  • VI. FORMATO E ESTRUTURA DE APRESENTAÇÃO DOS CASES

6.1. O(s) case(s) deverá(ão) ser apresentado(s) em formato de texto impresso, acompanhado(s) da(s) respectiva(s) cópia(s), ao todo três jogos, sob pena de desclassificação;

6.2. O case deve ser apresentado da seguinte forma:  no mínimo 6 páginas e no máximo 30 páginas ao todo (excluindo capa, contracapa e índice) contendo a descrição, modelos adotados, bem como suas principais conclusões. A realização deste formato é obrigatória para que os jurados possam ter um primeiro contato com o case;

6.3 A formatação sugerida é a da ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas (NBR 14724) composta do seguinte:

a) papel no formato A4 (210 x 297 mm)
b) fontes Arial ou Times News Roman no tamanho 12
c) espaçamento simples entre as linhas
d) margens laterais com pelo menos 1.5cm
e) margens superior e inferior com pelo menos 2cm

6.4. O(s) case(s) deverá(ão) ter acabamento em espiral ou encadernado e conter a seguinte divisão de conteúdo:

a) breve histórico da empresa (Ex.: informações corporativas, segmento/área/setor de atuação, bens/ produtos ou serviços oferecidos, quantidade de clientes e seus nomes (se possível), posicionamento da organização no mercado, diferenciais competitivos em relação à experiência de relacionamento com seus clientes / como o modelo de relacionamento da organização com o cliente agrega valor, missão – visão – valores
b) sumário
c) definição do problema
d) objetivos
e) abrangência
f) metodologia aplicada
g) resultados econômico/financeiros obtidos – imprescindível
h) benefícios obtidos – imprescindível
i) volume de investimento envolvido
j) material complementar (ilustrações, fotografias, gráficos, pesquisas, etc.)
k) ficha técnica com nome da empresa e profissionais envolvidos
l) referências que se acharem necessárias

IMPORTANTE: Ao final, fazer uma revisão geral para evitar possíveis erros de Português. 

VII. AS CATEGORIAS

7.1. O(s) case(s) poderá(ão) ser inscrito(s) no PRÊMIO BEST PERFORMANCE 2017 em uma das 10 (dez) categorias, descritas a seguir:

CATEGORIAS

1.    Excelência nas Práticas de Análise de Risco e Combate à Fraude
Estão incluídos nessa categoria os cases que demonstrem ações, políticas e ferramentas inovadoras das empresas utilizadas para garantir melhor performance na análise de risco e/ou combate à fraude.

2.    Excelência nas Práticas de Capacitação e Gestão de Pessoas
Estão incluídos nessa categoria os cases relativos às estratégias de desenvolvimento, qualificação e valorização de profissionais, como capacitação/ treinamento bem como políticas e atividades de gestão de pessoas que tenham efetivamente contribuído para melhorar o desempenho de uma ou mais equipes em sua performance e no relacionamento com o cliente/consumidor, trazendo resultados positivos ao desempenho e imagem da empresa.

3.    Excelência nas Práticas de Fidelização e Retenção de Clientes
Estão incluídos nessa categoria os cases dedicados às ações criativas de retenção e fidelização de clientes que obtiveram um excelente resultado e retorno no relacionamento com clientes, performance e imagem da empresa.

4.    Excelência nas Práticas de Operações em Cobrança
Visa mostrar as ações inovadoras e vitoriosas das empresas utilizadas para garantir uma cobrança saudável e eficaz, gerando retorno positivo para os clientes e uma relação mais próxima com os consumidores endividados.

5.    Excelência nas Práticas de Operações de SAC, Ouvidoria ou Televendas
Estão incluídos nessa categoria os cases dedicados às ações específicas de atendimento ao cliente, onde cordialidade, TMA, resolução de problemas, diminuição de queixas, entre outros itens importantes nas operações de SAC obtiveram um excelente resultado e retorno em performance e imagem da empresa.

Também nessa categoria poderão ser inscritos os cases de órgãos ou setores públicos e privados, constituídos em forma de ouvidoria, responsáveis por receber manifestações como reclamações, denúncias, elogios, críticas e sugestões dos diversos públicos – funcionários, cidadãos, instituições, entidades, agentes públicos – quanto aos serviços e atendimentos prestados pela empresa / entidade.

Por fim, nesta categoria serão aceitos os cases de empresas com equipes próprias ou terceirizadas cujas práticas no relacionamento ativo, receptivo e híbrido tenham

obtido excepcional desempenho em vendas, pesquisas, serviços, agendamentos ou quaisquer outras vinculadas ao contato com o cliente.

6.    Excelência nas Práticas de Operações de Suporte Técnico
Nessa categoria podem ser inscritos cases de empresas que apresentem melhores práticas no auxílio técnico ao mercado com seus especialistas, peritos em manutenção, ferramentas, help desk, atendimento remoto e domiciliar, cujo objetivo é facilitar o trabalho, com desempenho seguro e ágil, garantindo a satisfação do cliente.

7.    Excelência nas Práticas de Sustentabilidade, Responsabilidade Social e Educação Financeira
Estão incluídos nessa categoria os cases relativos aos projetos e ações das empresas que demonstrem as melhores práticas de sustentabilidade social e ambiental, como o envolvimento direto com problemas e cotidiano das comunidades, o meio ambiente e voluntariado em ações educacionais, culturais, éticas e de desenvolvimento social.
Nessa categoria também poderão ser inscritos os cases relativos aos programas de educação financeira desenvolvidos e operacionalizados por empresas de contact centers, crédito e cobrança voltados ao público interno ou externo. Poderão ser abordados os seguintes aspectos: redução dos indicadores de inadimplência; tomada de crédito consciente; melhoria de condições do mercado de crédito; estímulo de organização financeira e aumento nos níveis de poupança das famílias; conscientização e consultoria orçamentária e previdenciária, experiências positivas com públicos específicos, entre outras.

8.    Inovação nas Práticas de Concessão de Crédito
Serão aceitos nessa categoria os cases que mostram as ações inovadoras e vitoriosas das empresas utilizadas na concessão de crédito, seja na criação de linhas de crédito que visam a sustentabilidade social, ambiental e do negócio, como na inclusão financeira de diversos públicos.

9.    Inovações na Ativação de Campanhas e Atendimento via Redes Sociais, Internet e Mobile
Podem se inscrever nessa categoria os cases que mostram as práticas exitosas de utilização das redes sociais, ferramentas on-line e tecnologia mobile em campanhas de ativação, atendimento e no relacionamento com os clientes, demonstrando estratégia, alcance e resultados.

10. Inovações Tecnológicas no Relacionamento com o Cliente
Serão aceitos nessa categoria os cases que descrevam ações e soluções inovadoras em projetos de melhoria tecnológica para o mercado de contact center, crédito e cobrança, levando otimização e melhor gerenciamento do relacionamento com o cliente, de otimização de processos e de negócio.

VIII. ENTREGA DOS CASES

8.1. O(s) case(s) inscrito(s) deverá(ão) ser entregue(s) em 3 (três) jogos, devidamente identificado(s), até o dia 18 de agosto de 2017;

8.2. O(s) case(s) deverá(ão) ser entregue(s) no seguinte endereço: Rua Barão de Itapetininga 275 , 9° andar lado A (Recursos Humanos) – Centro  – 01042914 – São Paulo – SP, de segunda a sexta-feira, no horário das 9h00m às 18h00m, aos cuidados de Vanessa Romualdo ou Thiago Guilherme Martins, pessoalmente, ou por portador (mensageiro, correios, entregadora), no prazo e forma mencionados neste Regulamento Oficial;

8.3. No ato de entrega do(s) case(s),o participante deverá apresentar:

a) Ficha de inscrição devidamente preenchida. Esta ficha é a mesma que foi preenchida no momento da inscrição. Caso não tenha cópia, solicitar por e-mail coordenadorgeral@premiobestperformance.com.br aos cuidados de Umberto;
b) Instrumento Particular de Autorização de Uso de Nome e Logomarca da empresa concorrente como também de seu cliente, em consonância com este Regulamento Oficial;
c) Resumo do case de no máximo 20 linhas ou 1.200 caracteres, elaborado pela própria empresa. Sua logomarca oficial e também do cliente em alta resolução (CDR vetorizado ou JPG 300 dpi em tamanho grande) deverão ser anexados ao material a ser enviado, por CD, DVD ou pen-drive, para fins de divulgação, no caso do case ser classificado pelo Corpo de Jurados;
d) Ficha Descritiva, contendo todos os itens necessários para seu correto preenchimento (disponível no portal eletrônico oficial do Prêmio – premiobestperformance.com.br);
e) Está dispensada a apresentação do case em embalagem, caixa ou outro material desenvolvido especialmente para esse fim, como também a inclusão de qualquer tipo de brinde para os integrantes do júri;
f) EM RESUMO, O QUE DEVERÁ SER ENTREGUE POR CADA CASE INSCRITO:
. uma via (cópia) da Ficha de Inscrição
. três vias da Ficha Descritiva
. três exemplares do conteúdo complementar do case (aquele material descrito no item 6.2 deste Regulamento)
. resumo do case, conforme descrito no item 8.3.c deste Regulamento
. CD, DVD ou pen-drive, conforme descrito no item 8.3.c deste Regulamento

8.4. Por ocasião da entrega do(s) case(s) no endereço da CMS acima citado, caberá à Secretaria proceder a conferência de todo o material e fornecer comprovante/protocolo de recebimento, ficando responsável pela guarda dos cases inscritos. Porém, a Secretaria não se responsabilizará pelo não recebimento de inscrições e cases que, porventura, não tenham recebido o respectivo protocolo datado, assinado e carimbado, no momento de entrega;

8.5. Para os cases que forem postados será considerada a data de postagem constante no protocolo da empresa transportadora ou do carimbo dos Correios. Todo material postado ou entregue após a data limite acima será desclassificado;

8.6. Eventuais desistências e/ou diminuição do número de cases inscritos no evento devem ser informadas à Secretaria da CMS, dentro do prazo e condições estipuladas e serão admitidas somente antes do prazo estipulado para divulgação da relação dos vencedores;

8.7. Todo(s) o(s) case(s) apresentado(s) passará(ão) a integrar o acervo da CMS, não sendo passível de devolução ou exclusão, mesmo na hipótese de desclassificação, pelo que a empresa participante, desde já, manifesta a sua concordância.

IMPORTANTE: Todas as orientações e solicitações para se processar a inscrição deverão ser respeitadas. O preenchimento incorreto ou incompleto, bem como a ausência de material ou de dados solicitados, prejudicará a análise do case por parte dos jurados.

IX. FASES DE PREMIAÇÃO

9.1. Fase de Classificação

9.1.1. Cada Categoria será avaliada por três jurados. As melhores pontuações atingidas para cada Categoria (máximo de três cases) determinarão a eleição de seus vencedores;

9.1.2. Os quesitos a serem avaliados e seus respectivos pesos são:
a) resultados alcançados; (PESO 3)
b) abrangência e/ou impacto econômico-financeiro e/ou social de seu resultado para o cliente, a empresa, a sociedade e/ou o público-alvo atendido; (PESO 2)
c) caráter inovador / legitimidade / coerência e originalidade da solução adotada; (PESO 2)
d) qualidade do seu conteúdo; (PESO 1)
e) grau de complexidade; (PESO 1)
f) qualidade da apresentação; (PESO 1)

9.1.3. Cada membro da Comissão Julgadora deverá atribuir uma nota entre 0 (zero) e 10 (dez) para cada um dos critérios definidos no item anterior

9.1.4. A nota de classificação do case será apurada da seguinte forma:
a) será efetuada a soma de todas as notas de cada quesito multiplicadas pelos respectivos pesos, calculando-se a média simples, que consistirá a nota do jurado;
Ex.- o case analisado teve a seguinte avaliação de um dos jurados:
a) resultados alcançados – nota 4 x peso 3 = 12
b) abrangência – nota 2.75 x peso 2 = 5.50
c) caráter inovador – nota 5 x peso 2 = 10
d) qualidade do seu conteúdo – nota 5 x peso 1 = 5
e) grau de complexidade – nota 4.25 x peso 1 = 4.25
f) qualidade da apresentação – nota 3 x peso 1 = 3

Somando-se os resultados parciais teremos: 12 + 5.50 + 10 + 5 + 4.25 + 3 = 39.75

A nota final desse case atribuída pelo jurado será 39.75 (total da soma dos resultados parciais) ÷ 10 (total da soma dos pesos de cada quesito avaliado) = 3.97 (três.noventa e sete). Esse mesmo processo será aplicado por cada um dos três jurados encarregados de julgar cada Categoria;

9.1.5. A média final do case avaliado será o resultado da soma das notas atribuídas pelos três jurados, encarregados de analisar a referida Categoria, dividida por 3 (três);

9.1.6. As Fichas de Avaliação preenchidas e assinadas pelos jurados serão colocadas em envelopes identificados pelo nome do jurado e de cada Categoria, lacrados e rubricados por cada um dos membros do júri;

9.1.7. Somente os 3 (três) melhores cases que alcançarem as maiores médias em cada Categoria serão classificados com os troféus Ouro – Prata – Bronze.

9.1.8. As empresas classificadas serão devidamente informadas por e-mail sobre o resultado dessa etapa. A relação completa dos cases premiados será divulgada no portal eletrônico oficial do Prêmio www.premiobestperformance.com.br;


9.2. Média de corte

De modo a assegurar a qualidade dos cases que seguirão na premiação, para que um case possa ser classificado para concorrer a um troféu Ouro, Prata ou Bronze, deve obter, na avaliação dos jurados, uma média mínima acima de 2 (que na escala de excelência dos cases significa acima de BOM, conforme tabela abaixo).

 

MÉDIA DAS NOTAS
ATRIBUÍDAS PELOS JURADOS
SIGNIFICADO
0 PÉSSIMO
1 RAZOÁVEL
2 BOM
3 MUITO BOM
4 EXCELENTE
5 THE BEST (EXTRAORDINÁRIO)

 

9.2.1 Os cases que obtiverem a média de 2 para baixo não poderão seguir na premiação e serão desclassificados. 

9.3 Apresentação dos cases vencedores

9.3.1. Uma vez classificados, os cases vencedores serão divulgados na web do evento e em edição especial da revista Best Performance.

X. O CORPO DE JURADOS

10.1. A Comissão Julgadora será constituída por profissionais reconhecidos em suas áreas de atuação, convidados pela Gerência do Prêmio formada pela Diretoria da CMS, Blog Televendas & Cobrança e Diretoria Geral, sendo soberana quanto aos assuntos relacionados à premiação, não cabendo qualquer recurso ou impugnação contra suas decisões;

10.2. As empresas participantes serão avaliadas pelos membros do júri, baseando-se nas regras que regem o Manual do Jurado;

10.3. Os membros da Comissão Julgadora deverão firmar um Termo de Compromisso declarando a sua imparcialidade;

10.4. A Comissão Julgadora ficará subordinada à Gerência do Prêmio, nas questões relacionadas ao PRÊMIO BEST PERFORMANCE 2017, excetuando-se as decisões atinentes ao julgamento dos cases;

10.5. Todos os cases entregues serão avaliados presencialmente pela Comissão Julgadora, em data e local a serem definidos oportunamente pela Gerência do Prêmio;

10.5.1. Se necessário, a Comissão Julgadora, por meio da Diretoria Geral, poderá solicitar informações complementares sobre os cases em análise, bem como qualquer comprovação dos dados apresentados;

10.6. Os cases disponibilizados aos membros da Comissão Julgadora não poderão ser copiados, impressos ou divulgados, por qualquer meio, visando preservar a confidencialidade dos mesmos;

10.7. Nenhum dos membros que compõem a Comissão Julgadora poderá ser participante direto ou indireto de quaisquer dos cases inscritos, nem prestar serviços para qualquer empresa que está sendo julgada;

10.8. Qualquer comunicação realizada previamente ou durante o processo de julgamento e/ou divulgação das notas entre os jurados e as empresas concorrentes, será motivo de desclassificação do case em questão;

10.9. Os nomes de todos os jurados serão divulgados previamente, antes da data de início do julgamento presencial, com o intuito de garantir mais transparência à competição.

 XI. DESCLASSIFICAÇÃO DOS CASES

11.1. Seguem abaixo as situações que poderão contribuir para a desclassificação  dos cases:
a) não apresentar o comprovante de pagamento do valor da inscrição;
b) entregar em desacordo com o formato e estrutura estabelecidos no Capítulo VI deste Regulamento Oficial;
c) material postado ou entregue após a data limite estabelecida;
d) qualquer comunicação realizada previamente ou durante o processo de julgamento e/ou divulgação das notas entre os jurados e as empresas concorrentes;
e) não pagamento da taxa administrativa;
f) suspeitas de conduta antiética praticada por alguma empresa concorrente ou, ainda, na elaboração do case;
g) não se enquadrar nos objetivos do PRÊMIO BEST PERFORMANCE 2017;
h) violar os dispositivos legais;
i) após apuração da média final obtida pela avaliação dos três jurados em cada Categoria, o case não atingir a média de corte acima de 2(dois);

11.2. Caso seja identificada a duplicidade de cases, estes serão submetidos à Gerência do Prêmio que avaliará seus conteúdos para, assim, definir se ocorrerá ou não a desclassificação de um deles;

11.3. Ocorrendo a desclassificação do case não caberá qualquer recurso por parte da empresa concorrente, nos termos do item 21.4, deste Regulamento Oficial.

XII. CÁLCULO DA NOTA FINAL

12.1. Para fins de obtenção da nota final será calculada a média ponderada das notas atribuídas nas respectivas etapas;

12.1.1. Todas as notas finais calculadas contarão apenas com duas casas decimais.

XIII. APURAÇÃO DOS RESULTADOS

13.1. A apuração dos resultados será realizada em data a ser definida pela Gerência do Prêmio, por uma equipe formada por um representante da Diretoria da CMS, Blog Televendas & Cobrança e Diretoria Geral da premiação e representantes da Auditoria Independente, contratada especialmente para acompanhar as etapas do PRÊMIO BEST PERFORMANCE 2017. As decisões tomadas por essa equipe são soberanas e não serão passíveis de qualquer recurso.

13.2. O critério de classificação dos cases julgados será a média simples da avaliação geral atribuída pelos jurados, em conformidade com o Manual do Jurado, seguindo o exemplo abaixo:

  • Jurado 1: nota final 2.50
  • Jurado 2: nota final 3.00
  • Jurado 3: nota final 4.00

A média final do case avaliado será o resultado da soma dessas três notas (2.50 + 3.00 + 4.00 = 9.50) dividido por 3 (número de jurados). Ou seja, 9.50 ÷ 3 = 3.17 (três pontos e dezessete centésimos). 

IMPORTANTE: Após apuração da média final obtida pela avaliação dos três jurados em cada Categoria, o case só será submetido à classificação Ouro – Prata e Bronze caso atinja a média de corte acima de 2 (dois).

XIV. EMPATE

14.1. Em caso de empate, será(ão) considerado(s) vencedor(es) o(s) case(s) que obtiver(em) classificação pelo maior índice obtido na apuração da quantidade de notas 5 e depois 4, atribuídas pelos jurados;

14.2. Persistindo o empate, o critério de desempate será o seguinte: a maior média alcançada no quesito “resultados alcançados”. Se necessário for, seguirá o desempate pelo critério da maior média de “caráter inovador” e por último, em caso de novo empate, a maior média de “abrangência”;

14.3. Se mesmo assim o empate persistir, será considerada a maior média de “qualidade de conteúdo”, seguida de “grau de complexidade”;

14.4. Todo o processamento dos dados e a emissão dos resultados estarão sob a supervisão de Auditoria Independente, especialmente contratada para essa finalidade.

XV. A PREMIAÇÃO

15.1. Serão contemplados os 3 (três) melhores cases de cada Categoria e que apresentem as maiores notas finais, calculadas na forma do item 13.2, deste Regulamento Oficial;

15.2. A conquista do PRÊMIO BEST PERFORMANCE 2017 será representada por um troféu e um certificado, além de um selo exclusivo do Prêmio que poderá ser utilizado pela empresa vencedora em seus anúncios e materiais de promoção e divulgação;

15.3. A data e local da cerimônia de premiação será no dia 24 de outubro de 2017, durante o Congresso CMS Business Revolution 2017, no Expo Center Norte em São Paulo – SP

IMPORTANTE: Esta premiação não envolve prêmios em dinheiro.

XVI. MENÇÃO HONROSA

16.1. Poderá ser conferida uma placa e um Certificado de Menção Honrosa coroando uma homenagem especial, cujo reconhecimento ficará a critério exclusivo da Gerência do Prêmio.

XVII. DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS

17.1. A divulgação de até 3 (três) cases classificados, em cada uma das Categorias componentes do PRÊMIO BEST PERFORMANCE 2017, ocorrerá em data a ser divulgada pela Gerência do Prêmio, em comunicado oficial a cada uma das empresas vencedoras, como também no portal eletrônico oficial do Prêmio www.premiobestperformance.com.br e nos meios de divulgação disponíveis para tal finalidade;

17.1.1. Entretanto o anúncio da ordem da classificação em cada uma das Categorias: Ouro – Prata – Bronze, será feito somente durante a solenidade de premiação;

17.2. As empresas que não forem classificadas serão devidamente notificadas, aos responsáveis pelas inscrições, por e-mail oficial do PRÊMIO BEST PERFORMANCE 2017, acrescentando a esse comunicado uma síntese da respectiva avaliação do case, por meio da média atribuída pelos jurados, para que possam comparar suas posições em relação às demais empresas concorrentes nas respectivas Categorias. Essa mesma norma será adotada às empresas vencedoras, porém, somente após a solenidade de premiação, para não prejudicar a divulgação da classificação dos cases vencedores de cada Categoria;

17.3. A divulgação dos cases vencedores será baseada no resumo do texto elaborado pela própria empresa, na mesma época da entrega de seus cases para julgamento. Caso esse texto não seja enviado no prazo estabelecido, a Gerência do Prêmio terá total liberdade para editar e utilizar os textos enviados no conteúdo dos cases concorrentes;

17.3.1 Em nenhuma hipótese, serão divulgados os cases que não forem classificados.

XVIII. VALIDAÇÃO DOS RESULTADOS

18.1. Para que a premiação conferida a uma empresa participante seja considerada válida, a seguinte condição deverá ser respeitada:

• pagamento da taxa administrativa no valor de R$ 9.900,00 (nove mil e novecentos reais) para cada case vencedor, após a proclamação oficial dos resultados, através de depósito bancário (vide dados no parágrafo V deste Regulamento).

  • O valor da taxa administrativa poderá ser pago em até duas parcelas, desde que a segunda parcela seja quitada antes da data da cerimônia de premiação, a ser realizada no dia 24 de outubro.

18.2. Esse valor, além de contribuir para o pagamento dos custos gerados pelo evento como um todo, confere à empresa vencedora por cada case vencedor o recebimento do troféu, certificado,  5 (cinco) convites para participação nos dois dias do Congresso da CMS mais o evento de premiação e 10 (dez) convites para participar somente do evento de premiação.

XIX. FORMAS DE UTILIZAÇÃO

19.1. Autorização para utilizar o selo do PRÊMIO BEST PERFORMANCE 2017 em toda sua comunicação durante um (1) ano a contar da data do evento de premiação;

19.2. Divulgação do case vencedor, seu resumo e da empresa premiada na mídia oficial – revista Best Performance e no portal eletrônico do Prêmio  www.premiobestperformance.com.br.

XX. RECURSOS

20.1. Eventuais questionamentos em relação ao PRÊMIO BEST PERFORMANCE 2017 serão admitidos somente na forma de recurso e recebidos pela Governança do Prêmio, em até 24 (vinte e quatro) horas posteriores às respectivas datas de divulgação dos cases classificados;

20.2. Os recursos deverão ser encaminhados, via e-mail, para o endereço eletrônico coordenadorgeral@premiobestperformance.com.br;

20.3. A Governança do Prêmio terá o prazo de 7 (sete) dias úteis, contados a partir do recebimento do recurso para proferir a sua decisão;

20.4. As críticas e sugestões referentes ao PRÊMIO BEST PERFORMANCE 2017 deverão ser encaminhadas diretamente através do e-mail coordenadorgeral@premiobestperformance.com.br;

20.5. Não será passível de recurso a decisão tomada pela Comissão Julgadora que determinar a desclassificação de um case específico.

XXI. AS DISPOSIÇÕES GERAIS

21.1. Suspeitas de conduta antiética praticada por alguma empresa concorrente ou, ainda, na elaboração do case serão apreciadas e julgadas pela Gerência do Prêmio, após o parecer da Comissão Julgadora e, se consideradas procedentes, acarretarão a desclassificação da concorrente;

21.2. A Governança do Prêmio se reserva o direito de avaliar e resolver da forma que considerar mais conveniente, quaisquer imprevistos advindos de atos e fatos sobre os quais não tiver controle, inclusive no que se refere aos processos de avaliação, julgamento e premiação dos cases apresentados;

21.2.1 A hipótese prevista no item 21.2 acima engloba a alteração, inclusão ou adaptação ou ainda a supressão de etapas do processo ora publicado, caso ocorram situações que possam prejudicar a qualidade, o desempenho e a transparência do PRÊMIO BEST PERFORMANCE 2017;

21.3. As datas e prazos previstos poderão ser revistos e alterados pela Gerência do Prêmio, em face da necessidade de possíveis adequações, sendo que essas alterações serão comunicadas por e-mail a todos os participantes da premiação;

21.4. Os participantes da premiação declaram expressamente que conhecem os termos do presente Regulamento Oficial, com o qual concordam e manifestam sua expressa e incondicional concordância;

21.5 Todos os cases vencedores do PRÊMIO BEST PERFORMANCE 2017 serão arquivados na sede da CMS;

21.6. Os participantes assumem a responsabilidade pela veracidade e precisão das informações contidas na Ficha de Inscrição e Ficha Descritiva, no relatório e nos documentos adicionais fornecidos, em qualquer tempo;

21.7. Os participantes autorizam a publicação do nome, logomarca e o case vencedor da empresa e de seu cliente, nas mídias relacionadas exclusivamente à promoção do PRÊMIO BEST PERFORMANCE 2017;

21.8. A CMS – Credit Management Solutions e o Blog Televendas & Cobrança reservam-se o direito de exibir os cases, tanto no Brasil quanto no exterior, em cursos, seminários, universidades, escolas de comunicação, congressos ou qualquer outro evento, como também expor, reproduzir, distribuir, utilizar ou veicular as referidas imagens e depoimentos, bem como todo ou parte do case, em qualquer meio de comunicação, incluindo, mas não se limitando, a internet, websites, folhetos impressos, revistas, vídeos institucionais, jornais, televisão, filmes, dentre outros, para qualquer fim, sem que qualquer remuneração seja devida à empresa vencedora, a qualquer título e qualquer tempo, mas sempre em comum acordo entre a CMS – Credit Management Solutions, Blog Televendas & Cobrança e a empresa vencedora;

21.8.1. Todo case vencedor poderá, ocasionalmente, ter seu(s) autor (es) convidado(s) a apresentá-lo em forma de palestra, em evento com data e local a serem divulgados oportunamente pela Gerência do Prêmio;

21.9. A Gerência do Prêmio compromete-se a manter sigilo total sobre todas as informações contidas nos cases, consideradas como sigilosas, principalmente as que fazem parte do item “resultados alcançados”;

21.10. Os participantes que comparecerem à cerimônia de premiação, desde já autorizam a captação de sua imagem mediante registros audiovisuais e fotográficos durante a referida cerimônia, podendo tais registros serem utilizados em quaisquer mídias, impressa, internet, eletrônica e televisiva, para fins de divulgação da premiação;

21.11. Nenhum material de case inscrito, seja ele vencedor ou não, será devolvido à empresa inscrita pela Gerência do Prêmio;

21.12. O presente Regulamento Oficial, suas Categorias, a Ficha de Inscrição e Ficha Descritiva poderão sofrer modificações, visando sempre o bom andamento das várias etapas e idoneidade do PRÊMIO BEST PERFORMANCE 2017. No caso de ocorrência, a Gerência do Prêmio providenciará a imediata publicação das alterações no portal eletrônico oficial do Prêmio www.premiobestperformance.com.br;

21.13. As taxas de inscrição e administrativa não serão devolvidas caso a empresa desista de sua participação ou não entregue o material devido dentro dos prazos estabelecidos, ou seja desclassificada por qualquer outro motivo;

21.14. Dúvidas ou conflitos, bem como situações não previstas neste Regulamento Oficial, serão julgados pela Governança do Prêmio, e suas decisões serão soberanas, sendo vetada a interposição de recursos.

Esclarecimentos poderão ser solicitados de segunda a sexta-feira, das 9h00m às 18h00m pelo telefone (11) 9 7557-7002 ou, se preferir, pelo e-mail
info@premiobestperformance.com.br. O portal oficial do Prêmio www.premiobestperformance.com.br contém a página “Tira-Dúvidas”, onde uma série de informações complementares poderão ser obtidas.


Desejamos êxito e boa sorte a todos os participantes.

 

São Paulo, 9 de março de 2017

 

 

 

 

Carlos Umberto Allegretti
Diretor Geral do Prêmio

 

 

 

 

Pablo Salamone
Presidente da CMS



 

 


Afonso Bazolli

CEO do Blog Televendas & Cobrança

(Original assinado arquivado na sede da CMS)